Julia

E-familynet.com Ticker

Páginas

terça-feira, 20 de dezembro de 2011

Parto Normal x Cesariana

Olá meninas, hoje vim aqui porque a muito tempo, desde a minha gravidez, esculto diversas opiniões sobre qual tipo de parto era o melhor, e vejo muita discriminação com que teve um parto cesariana.
Acredito que muitas mamãe que tiveram seu bebê, assim como eu, por parto cesárea já escutou algo que não gostou sobre esse assunto. Me perguntaram uma vez como minha Julia tinha nascido, quando eu respondi falaram: "Nossa mais como você é fraca!", fiquei com muita raiva, poderia não ter dito nada mas mesmo assim respondi que não foi porque eu quis e sim por necessidade, pois tive Pré-Eclampsia. Mas já escutei diversas vezes algo do tipo, e isso me magoa muito.
Muitas pessoas acham que por você não ter sentido dor, ter ficado horas em trabalho de parto, você é menos mãe que elas, uma amiga minha um dia me falou que eu realmente não sabia o que era ser mãe, pois não senti dor nenhuma para ter minha filha. Eu garanto a ela e a todas que assim pensar, que ser mãe não é apenas sofrer e colocar um filho no mundo. Ser mãe é algo muito mais grandioso e sublime, algo que envolve amor e dedicação...
Não acho certo julgar, acho que independente da escolha ou necessidade do parto mãe é mãe, em qualquer situação. Conheço a gente que optou sim pela cesárea por medo da dor, mas compreenderam os riscos de uma cirurgia, o pós-parto essencial para sua recuperação e estão ótimas com a escolha feita. Como também conheço mães que quiseram ter seu filho de modo natural, e que ficaram traumatizadas, que não desejam ter outros filhos pra não passar por tudo de novo, e outras que nem conseguem nem se lembrar da dor e acredita que o parto normal é a melhor coisa que existe.
Acredito que isso é uma decisão pessoal, onde você e seu Obstetra decidam o melhor pra mãe e bebê, lógico que existe muito médico que adora fazer cesariana, por ser mais rápido, mas cabe a você a escolha e o quanto se deixa influenciar.
Não julgue, não magoe e abra sua mente, não somos todos iguais, o melhor pra você, pode não ser o melhor pra mim.
Eu sou muito grata a Deus, por ter me abençoado e confiado um de seus anjos, o jeito que ela nasceu para esse mundo hoje não me importa. O que me importa é que ela me faz extremamente feliz.
Te amo Julia. 



3 comentários:

(Mamãe) ~Pinel disse...

Eu me senti muito muito mal quando descobri que teria que fazer cesárea também...
E acredito que eu fiquei mais mal pelas coisas que eu lia aqui na blogsfera, do que pela chateação de não poder ter sido normal!

Mas, durante a cesárea, passou a "culpa" dela não ter encaixado, afinal, quando a médica a tirou, vi que estava completamente enrolada no cordão (pescoço, perna, cintura), e por isso não foi normal, como eu queria.

E a minha cesárea e recuperação foram um sucesso. Não senti dor, mas a minha filha também não!

Beijo! E estou com você no que falou.. cada uma tem direito de escolher o melhor para si própria.

Muriel Coelho disse...

Oi Karen!!!
Mudei o endereço do blog!!! Adiciona ele aí!!! Bjs

http://agoraeuquerotres.blogspot.com/

Eu fiz duas cesárias e no resumo fiquei com medo de ter normal. Me "preparei" nas duas gestações para ter normal e não rolou. Adimiro mães que teve normal pela coragem e tudo mais, mas cá entre nós, o parto é a parte mais fácil de ser mãe, o difícil é criar nossas riquezas da melhor forma que podemos!!! Tem gente que julga sem antes saber, nem ligue! Bjos pra vc para a Juju lindaaaaa!!!!

Anônimo disse...

que lindo

Postar um comentário